Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros : Trilha dos Cânions

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros fica a uns 15 minutos do Vilarejo de São Jorge e a 36 km de Alto Paraiso. A entrada é gratuita, você só tem que preencher um cadastro e assistir a um vídeo de instruções. Não é necessário guia para realizar as trilhas, já que elas são demarcadas. 


trilha dos cânions Chapada dos Veadeiros


"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."

Existem quatro trilhas dentro do parque Trilha dos SaltosTravessia Sete Quedas (3 dias de trilha, que deve ser feito na seca - de maio a outubro), Seriema Cânions. Eu já tinha conferido a vista dos Cânions quando fiz a trilha do Mirante da Janela, então resolvi fazer a dos Cânions. 

O percurso não tem alto grau de dificuldade, salvo alguns momentos que você sobe e desce algumas pedras. A pessoa só tem que ter resistência para caminhar bastante no sol, já que a trilha é de 12 km, ida e volta. 




As setas vermelhas sinalizam o caminho a seguir tanto na ida quanto na volta. 
Após 5 km você vai ver uma bifurcação, seguindo a esquerda dará na Cachoeira Cariocas, 1 km de trilha. Virando a direita você segue para Cânion II. 


trilha dos cânions, chapada dos veadeiros
Início da trilha dos cânions



A primeira coisa que vimos foram esses cânions lindos. Deu até vontade de nadar, mas faltou coragem. A correnteza do Rio Preto é muito forte e exigiria bastante esforço.

"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."


trilha dos cânions, chapada dos veadeiros
Adicionar legenda

trilha dos cânions, chapada dos veadeiros



trilha dos cânions, chapada dos veadeiros


Essas escadas indicam que você está chegando perto da cachoeira e das piscinas naturais. As piscinas tem até peixinhos.


trilha dos cânions, chapada dos veadeiros



trilha dos cânions, chapada dos veadeiros



trilha dos cânions, chapada dos veadeiros

trilha dos cânions, chapada dos veadeiros


Preste atenção e calcule bem o tempo de volta para não correr o risco de escurecer e você ficam dentro do parque. Todos que terminam as trilhas devem se identificar para o voluntário que fica na saída. Essa é a forma de se certificar que todos voltaram em segurança. 


Duração: Atividade exige um dia inteiro 
Valor: Gratuito 
Endereço: Rodovia GO-239, km 36, Vila de São Jorge.
Nível: Pesado

Aproveite para ler o post das outras atrações maravilhosas que conheci na Chapada dos Veadeiros.


"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."



Chapada dos Veadeiros : Vilarejo de São Jorge

São Jorge é a cidade mais próxima a entrada do Parque Estadual da Chapada dos Veadeiros, ela fica a 30 km de Alto paraíso
Além do Parque existem outras opções próximas: Vale da Lua, Jardim de Maytrea, Mirante da Janela entre outros. De lá você vai andando até a entrada do parque, uma média de 15/20 minutos. 




São Jorge é uma vila cercada de cachoeiras e natureza por todos os lados. O local foi muito frequentado pelos hippies no anos 70 e mantém até hoje a vibe roots. O vilarejo não tem iluminação pública, ônibus, nem asfalto. É um lugar realmente pé no chão, para se desconectar da correria do mundo. 
Apesar disso, existem acomodações para todos os gostos: campings, hostels e pousadas. 




Fui na baixa temporada e durante a semana ela se tornava praticamente uma cidade fantasma, sem nada para fazer. A cidade ganha um pouco de vida aos finais de semana, mas agitação mesmo você só vai ver na festa de aniversário da cidade, em 23 abril e no Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, segunda quinzena de  julho. 

Quanto ao comércio local, ele segue a linha hippie. Lá você encontra muitos objetos lindos feitos artesanalmente. 

Rodamos pelos hostels do vilarejo mas achamos os valores caros e os locais com estrutura bem fraca. Depois de dar uma bela rodada acabamos ficando em uma suíte no Hostel Buritis, que custou R$100 o casal. Além do banheiro o quarto tinha frigobar, uma estante e a cama de casal. A cozinha era comunitária e bem equipada. 





Para conferir um lindo pôr do sol fomos ao restaurante Santo Cerrado Risoteria Café, conhecido como o melhor local para apreciar o sol se pondo. O ambiente é super agradável e bem decorado. 


santo cerrado risoteria

santo cerrado risoteria

santo cerrado risoteria
Detalhe da pia do banheiro


Para sair da cidade não tem outro jeito senão pedir carona. Existe um ponto de carona improvisado bem na entrada da cidade. As pessoas sabem que não existe transporte público na cidade e acabam dando carona sem problemas. 
Conseguimos carona bem rápido de um guia super simpático que nos levou até a rodoviária de Alto Paraíso






Aproveite para ler o post das outras atrações maravilhosas que conheci na Chapada dos Veadeiros.


"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."





Chapada dos Veadeiros : Que tal dar um pulinho na lua?

Que tal dar um pulinho na lua? Com um pouquinho de imaginação dá pra realizar esse sonho. E melhor, sem sair do Brasil. 


Vale da lua chapada dos veadeiros


Essa foi uma das atrações que eu mais queria conhecer na Chapada dos Veadeiros, o Vale da Lua. Vi várias fotos antes da viagem e estava ansiosa para ver ao vivo. O solo local foi esculpidas pela água que corre do rio São Miguel  e criou esse aspecto que lembra as fotos que vemos do solo lunar. 


Para chegar fique atento, existe uma placa na rodovia GO-239, KM 29, que sinaliza a entrada para a estrada de terra que leva até a atração. São 4 km de estrada até chega ao estacionamento da entrada. 
Você tem que preencher um cadastro e pagar a taxa de R$20,00 para ter acesso a trilha. Ela tem apenas 600 metros, é demarcada e não tem muitos obstáculos. No meio do caminho tem um mirante onde você pode descansar e tirar fotos.

"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."


Vale da lua chapada dos veadeiros

Sinalização da trilha


"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."

Chegando lá você vai conferir toda a beleza do local.


Vale da lua chapada dos veadeiros



Vale da lua chapada dos veadeiros



Vale da lua chapada dos veadeiros
Águas do rio São Miguel abrindo caminho entre as pedras

O mais legal é que além de bonito o lugar tem área para banho. As águas brotas das pedras e criam um visual inusitado e que rende boas fotos. 

Vale da lua chapada dos veadeiros

Vale da lua chapada dos veadeiros


Duração: Meio dia é o suficiente. 
Valor: R$20.
Endereço: Rodovia GO-239, KM 29.
Nível: Fácil. 

Aproveite para ler o post das outras atrações maravilhosas que conheci na Chapada dos Veadeiros.


"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."






Chapada dos veadeiros : Almécegas I, II e São Bento

Hoje vou mostrar um pouquinho de uma das atrações mais fáceis e próximas de Alto Paraíso, as cachoeiras Almécegas I e II e São Bento

Aproveite para ler o post das outras atrações maravilhosas que conheci na Chapada dos Veadeiros.




A atração fica a apenas 8 km de Alto Paraíso, bem no meio do caminho entre Alto Paraíso e São Jorge. Vá prestando atenção no caminho para não perder a placa que sinaliza a entrada da Pousada Fazenda São Bento, onde estão localizadas as atrações.

Pagando a taxa de R$30,00 você pode usufruir o dia todo das três atrações. Se preferir, pode pagar apenas R$10,00 e conhecer apenas a São Bento. Na minha opinião vale a pena visitar todas. Você pode conhecer tudo em meio período ou aproveitar o dia inteiro. 

Chegando lá você recebe uma pulseirinha que é a garantia do seu pagamento e vai te permitir entrar e sair da propriedade. 

Decidimos começar pela trilha mais longa, Almécegas I. Seguimos de carro por mais alguns quilômetros em estrada de terra até um estacionamento. Deixamos o carro e seguimos por mais uns 15 minutos até chegar ao mirante de onde você tem uma linda vista da cachoeira. 


Chapada dos Veadeiros - Almécegas I
Chapada dos Veadeiros - Almécegas I


Seguimos a trilha que é auto guiada e de nível fácil. Chegando lá tinha bastante gente, então aí vai uma dica: chegue cedo se quiser evitar a muvuca. O baixo nível de dificuldade da trilha incentiva que muitas pessoas frequentem o lugar. Depois de um tempo lotou mesmo, estilo baile lotadão. kkkkkkkkk

"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."


Chapada dos Veadeiros - Almécegas I
Crédito: @rubensnetto


A queda de 60 metros de altura é linda e as pedras desniveladas ao redor deixam tudo ainda mais belo. Tem várias partes rasas e outras bem profundas. Muitas pessoas escalavam as pedras mais altas e saltavam na água. 



Almécegas I e II
Almécegas I  - Crédito: Pousada Fazenda São Bento



Depois de aproveitar o suficiente subimos para ter uma vista de cima da cachoeira. Tinham algumas piscininhas de água, mas estavam bem rasas. 

"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."



Chapada dos Veadeiros,  Almécegas I de cima

Chapada dos Veadeiros,  Almécegas I de cima
Crédito: @rubensnetto, Almécegas I de cima


Após pegar o carro voltamos para a entrada da atração e seguimos para a Almécegas II. Essa trilha é reta e super fácil, acho que levou uns 10 minutos. Ela é um pouco diferente da cachoeira anterior, tem uma queda menor e uma parte que lembra bastante um cânion. A água tava gelo puro, eu nem consegui me molhar muito. 



Almécegas II
Almécegas II


Para fechar fomos conhecer a São Bento. O início da trilha fica na entrada principal, onde tem esse laguinho bonitinho.


Chapada dos Veadeiros, Cachoeira São Bento

O trecho que percorremos é super leve, mal chega a 5 minutos, nem pode ser considerado uma trilha. A cachoeira tem uma queda de água mais modesta e é super gelada. Por sorte a área é aberta e bate bastante sol, isso ajuda a esquentar a água um pouquinho.


Chapada dos Veadeiros, Cachoeira São Bento
Chapada dos Veadeiros, Cachoeira São Bento


Duração: Meio dia ou dia inteiro, você escolhe. 
Valor: R$30 para conhecer todas as cachoeiras ou R$10,00 para conhecer São Bento. 
Endereço: Pousada Fazenda São Bento - Acesso pelo km 8 da GO-239. 
Nível: Fácil - Moderado

Aproveite para ler o post das outras atrações maravilhosas que conheci na Chapada dos Veadeiros.


"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."






Chapada dos Veadeiros: Cataratas dos Couros é um passeio gratuito que vale a pena

   Cataratas dos Couros é uma atração que fica na Serra de São Vicente no sentido Brasília e há 53 km de Alto Paraíso. Percorremos a distância em mais ou menos uma hora. Fomos com uma guia que contratamos no CAT(Central de Atendimento ao turista) de Alto Paraíso. Pagamos a diária de sempre R$150,00. Ela foi super competente e responsável. 



"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."

Quando fui tinham várias pessoas acampando, inclusive famílias com crianças, na primeira Cachoeira, a da Muralha. Acontece que não é permitido acampar no local. O lugar não tem estrutura para acampamento e isso acaba prejudicando o meio ambiente. Se for, por favor, não acampe. Não seja egoísta e ajude a preservar o local. 

   A entrada é grátis e por isso costuma encher bastante. O início da trilha foi tranquilo. Fizemos uma pausa para banho logo que vimos água na Cachoeira Cascata. O nível da água estava bom e por isso formaram várias piscininhas naturais. Dá pra sentar e ficar recebendo massagem corporal nas cascatinhas.  





Depois de dar uma refrescada nós continuamos a trilha. Tinha uma fila grandinha no caminho tradicional. A guia disse que existia um caminho mais puxado, porém mais rápido e sem muita gente. Esse caminho era pelas pedras, em alguns momentos tivemos que passar em pé, arrastando e se segurando nas pedras. Até gostei, achei divertido. 

A Catarata dos Couros é bem grande, me lembrou a Cachoeira da Capivara. Na última parte existe uma queda de 100 metros chamada de Parafuso. Ela cai em um cânion e forma uma piscina natural que é bem forte e tem uma espécie de redemoinho, creio que daí que venha o nome Parafuso. Inclusive, a guia disse que um homem morreu neste local enquanto nadava. 



Essa parte tem umas pedras bem escorregadias. Se reparar na foto, a piscina é dividida em duas partes. A parte super tranquila ( onde está todo mundo) e a segunda parte, onde dá pra ver que tem uma parte branca, que é uma micro cascata. Nós fomos para a segunda parte bem no início, logo depois da mini cascata, e ficamos brincamos de tobogã. Ali tem uma formação natural que te empurra para o outro lado da piscina.  


 

   Não considerei a trilha difícil. A volta foi mais puxada já que teve uma boa subida. Fizemos uma pausa em um mirante com vista espetacular, bem perto das quedas da Catarata dos Couros. 

"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."



No final do passeio almoçamos no restaurante indicado pela guia. Por R$30,00 você comia a vontade. Achei a comida boa, mas nem chegou perto da comida deliciosa servida na Cachoeira Santa Bárbara

Resumo:
Nível de dificuldade : Moderado
Entrada :grátis
Guia: R$150 a diária para grupo de seis. Não é obrigatório contratar guia nessa atração.
Almoço: R$30,00

Aproveite para ler o post das outras atrações maravilhosas que conheci na Chapada dos Veadeiros.

"Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. Siga o meu instagram @nathalyporai."