Machu Picchu e Cusco: Conheça um pouco mais das cidade peruanas.

Machu Picchu e Cusco

Cusco:



 Cordilheira dos Andes

Cusco é uma cidade da região dos Andes, no sudeste do Vale de Huatanay/Vale Sagrado dos Incas. A viagem de Lima para Cusco leva cerca de 1 hora. Assim que chegamos nos recomendaram beber chá de coca e descansar. A cidade fica numa altitude de 3400 metros e isso pode gerar mal estar em algumas pessoas. Nas farmácias é comum a venda de oxigênio, já que algumas pessoas sentem falta de ar.

Andando por Cusco você entende porque a Unesco escolheu a cidade como patrimônio cultural da humanidade. A cidade é muito preservada, nas ruas é possível ver claramente a influência da arquitetura Inca. Enquanto caminhava pela cidade vi uma espécie de desfile onde as pessoas dançavam e cantavam fantasiadas. Achei que estivessem comemorando alguma data específica, depois fiquei sabendo que músicos e dançarinos folclóricos fazem esse tipo de procissão com frequência para animar a cidade e os turistas.

Existem muitas lojinhas e feiras onde são vendidos artigos típicos para os turistas. A coisa mais legal que eu achei foi um tabuleiro de xadrez regional. No lugar das peças tradicionais você encontra incas enfrentando os espanhóis.




Mercado Central de San Pedro

É um mercado popular onde vendem frutas, carnes, etc. Eu achei um passeio dispensável. Tem algumas coisas típicas interessantes, mas nada incrível. Pode ser uma boa para quem quiser economizar na alimentação. Tem alguns restaurantes barato, mas eu não achei muito limpos.




Museu de Qorikancha e Convento de Santo Domingo

No museu Qorikancha você encontra peças de cerâmica do período Inca, instrumentos musicais, esculturas etc. Existe uma maquete onde eles mostram como era o antigo palácio Qorikancha. Lá você pode conferir a obsessão pela perfeição e a inteligência da arquitetura Inca. Para se ter uma ideia, as antigas paredes Inca eram construídas com um sistema á prova de terremoto.
O convento de Santo Domingo é um lugar muito bonito. Da entrada você consegue ter uma vista panorâmica de toda a cidade.



Sítios Arqueológicos

Fiz tour pelos principais parques arqueológicos de Cuzcu: Saqsayhuaman, Tambomachay, Puka Pukara e Q’enco. Tudo isso em apenas um dia. Lá, você encontra pedaços de edificações originais e pode ouvir as lendas e entender um pouco mais da organização do povo Inca.
Saqsayhuaman: É um dos sítios mais famosos. Acredita-se que foi criado para a realização de cerimoniais, mas também pode ter sido um forte.





Tambomachay:  Era o local dedicado ao culto da água e a regeneração da terra. Foi um dos que eu mais gostei. O local é cheio de canais e cascatas que saem do meio das rochas.








Puka Pukara: Era um forte militar. Dentro dele existiam praças, canais e terraços.






Q’enco: É o menor dos sítios. Local onde eram realizadas cerimônias para honrar a lua, o sol e as estrelas.  Tem passagens subterrâneas que levam a uma sala onde eram realizados sacrifícios e mumificações.



Cuzco – Águas calientes


Para chegar a Machu Picchu você tem a opção de ir por uma trilha ou de trem. Eu peguei o trem da PeruRail para Águas Calientes, vilarejo  mais próximo de Machu Picchu.
O trajeto do trem é de 3h30m. Ele é charmoso, confortável e a comida servida é uma delícia. Consegui relaxar bastante admirando a vista exuberante pela janela.
Na volta apareceu uma pessoa vestida com uma fantasia folclórica. Ela tentou chamar a atenção dos turistas dançando e fazendo brincadeiras.



Águas Calientes

Águas Calientes é um vilarejo bem pacato que vive da exploração turística. A cidade se desenvolveu ao redor da estação de trem. Existem várias casas de massagem e termas onde você pode descansar da viagem. 





Machu Picchu

Finalmente, depois de tanto rodar por Lima e Cusco era a hora de conhecer Machu Picchu. Para chegar até lá você tem que pegar uma van. A viagem dura cerca de 20 minutos. O clima no dia não estava bom. O tempo nublado e chuvoso deu uma desanimada, e o fato de ter que ficar grudado com um grupo enorme de pessoas também. Era difícil tirar foto porque tinha muita gente.

Fui no período comemorativo de 100 anos da descoberta de Machu Picchu. Você podia carimbar o seu passaporte com um visto simbólico de Machu Picchu. Quando minha mãe foi carimbar o dela aconteceu uma situação muito chata. Do nada, apareceu uma mulher descontrolada que arrancou o carimbo da mão da minha mãe para usar no passaporte dela e dos familiares. Ficamos em choque com tamanha falta de educação. Pra piorar ela era brasileira e estava na nossa excursão. Como pode uma pessoa saindo de um lugar tão lindo ter uma atitude dessas?? O lugar é deslumbrante, a vista é inacreditável, e a energia é realmente forte e diferente. Eu com certeza tentarei voltar em um dia de sol. É difícil ter uma dimensão de como é o lugar, acho que a melhor forma é conferindo as fotos.




Dica: Prove Inca Coca e coma carne de Alpaca. Eu achei os dois deliciosos.




Gostou do post e não quer perder os próximos? Siga nossa página no Facebook.
Obrigada pela visita e até o próximo post.
Besos!

4 comentários:

  1. Mais um lugar para conhecer um dia
    beijos



    http://fashionvinteum.blogspot.com.br/

    https://www.facebook.com/fashionvinteum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza você não vai se arrepender.
      Obrigada pelo comentário. Bjus!

      Excluir
  2. Nathaly,
    Obrigada pelas informações!
    Tenho muita vontade de conhecer Machu Picchu!
    Agora estou com mais vontade ainda!!

    Gabriela Midões
    NÃO É SORTEIO ENTRE NA LISTA E GANHE!
    Você quer um tapa na fachada do blog?
    Corre nesse post que eu te explico como!
    Participe do Projeto TAPA NA FACHADA!
    E fique com o blog lindo!
    http://gabrielamidoess.blogspot.com.br/2014/01/voce-quer-um-tapa-na-fachada-do-seu.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriela, fico feliz em saber que as informações foram úteis pra você. =)
      Estou te seguindo. Estou precisando de um tapinha na minha ágian que é super amadora. hahahahaha BJS!

      Excluir