Atacama parte 1 : Como chegar, acomodação e agências

Viagem realizada em 9 de setembro de 2016
10 dias de viagem.



O Atacama é um dos lugares mais incríveis que eu já conheci. A diversidade é tão grande que parece fruto de computação gráfica. Sério, é inacreditável, parece coisa do Spielberg. Você entra no carro e fica observando o cenário mudar drasticamente em poucos horas, as vezes até em minutos. Sonhei muito em conhecer o Atacama e posso dizer que superou todas as minhas expectativas. É um lugar lindíssimo e com uma estrutura muito maior do que a que eu tinha em mente.  Viajei sozinha e achei tudo bem seguro.

A cidade base para quem quer desbravar o Atacama é San Pedro. Uma cidade que serviria como cenário para os filmes de faroeste que o meu avô tanto amava. Só faltava aparecer o Clint Eastwood cavalgando com o clássico cigarro pendurado na boca. 

Se não quiser perder os próximos posts sobre o Atacama basta seguir nossa página no Facebook. Siga também o meu instagram @nathalyporai. Perguntas devem ser feitas nos comentários

San Pedro do Atacama

Eu vou separar os posts na seguinte ordem: 
1° post - Transporte, acomodação e agências de viagem
2º post - Passeios no Atacama parte 1
3° post - Passeios no Atacama parte 2
4º post - Passeios no Ataacama parte 3
5º post - Salar de Uyuni

Para começar vou relatar como cheguei a San Pedro:


Voo

Eu comprei a passagem da TAM com os trechos RIO - SANTIAGO / SANTIAGO - CALAMA com intervalo pequeno entre os voos. Muitas pessoas compram a passagem RIO - SANTIAGO e deixam para comprar a passagem para Calama no aeroporto. Eles dizem que isso ajudar a poupar uma grana. Eu não estava disposta a perder tempo nessa viagem. Por isso, preferi pagar mais caro e já sair de casa com tudo certinho. Não me arrependi de ter feito essa opção. 

Passagem Rio - Santiago/ Santiago - Calama = R$1.500,00


Transfer

Eu reservei o transfer da Licancabur pela internet, aqui do Brasil. Preenchi o formulário e depois de um tempo recebi o email de confirmação. O pagamento foi feito no dia da chegada. Paguei um pouco mais barato por ter comprado ida e volta. Vale a pena se você já tiver a data de volta certinha. O aeroporto El loa (CJC), em Calama, fica literalmente no meio do nada. A viagem até San Pedro dura por volta de 1h30m e nela você já pode conferir algumas paisagens legais. 

paisagem 

Transfer Licancabur: R$22.000 pesos chilenos


Hostal Tuyasto

Reservei aqui do Brasil, pelo Booking: 18.000 a diária

Eu fiquei no albergue que o meu irmão indicou, o Hostal Tuyasto. Ele fica a 7 minutos a pé da Caracoles, a rua principal. É um hostel simples mas extremamente acolhedor. Tem muito brasileiro por lá, o que faz dele uma boa opção para quem viaja sozinho e não domina outra língua. Os quartos são simples, limpos e tem bastante cobertor para as noite frias de San Pedro. O Wi-fi é bom, mas fica congestionado quando todo mundo entra junto, normal, né? Os banheiros são limpinhos mas tem uns chuveiros bem safados. Antes de tomar banho eu fiz uma pesquisa com o pessoal para descobrir qual era o melhor chuveiro hahahaha. 

A Esperanza é a faz tudo do hostel. Uma das funções dela é monitorar o café da manhã. Ela serve os clientes e cuida pra ninguém comer além da conta hahaha. Achei boa a quantidade e qualidade de comida servida.
A torneira do tanque não funciona. Quem quiser lavar roupa tem que usar a água que fica armazenada no tonel azul ao lado da pia. O lugar estava passando por obras, então pode ser que agora esteja um pouco diferente. 

O albergue fica em uma rua mal iluminada. Eu não sei se a falta de luz é recorrente ou se foi só durante o período que eu estive por lá. Isso não me incomodou porque eu sempre ando acompanhada de uma lanterna e considero San Pedro um lugar seguro.

Endereço : 28 de agosto, 535, San Pedro de Atacama, Chile


Dinheiro

Sobre dinheiro não tenho muito o que falar. Quando viajei o real estava muito desvalorizado. Não achei nenhum câmbio bom. O jeito é pesquisar nas casas de câmbio da Taconao, rua que cruza com a Caracoles. Elas funcionam até às 20h.


Comida

Achei tudo relacionado a comida bem caro. No primeiro dia comi na Tierra Todo Naturale e paguei uns R$60,00 no prato que incluída entrada, prato principal e sobremesa. A comida era bem lightzinha e gostosa. 




Alguns passeios incluíam almoço. Nos outros dias comprei comida no mercadinho e cozinhei no hostel, para o desespero da Esperanza que olhava horrorizada para a minha gororoba. Uma dica legal é comprar frango com batata frita em um lugar que fica no final da Calle Toconao, próxima a Plaza de San Pedro. Acredito que se você perguntar pela Toconao sobre "pollo assado" vão te dizer onde é.
Assim que chegar lá vá a um mercadinho ( eu comprei no que fica na Caracoles 329 - A) e compre 6 litros de água e uma garrafa menor de 500 ml. Assim você pode levar a garrafa menor para os passeios e repor com a água do galão de 6 litros. 

Agências


Para conferir o post com todas as informações dos passeios clique aqui


Pesquisei muito sobre as agências antes de viajar. Li relatos espantosos sobre guias bêbados e carros em péssimo estado. Fiquei cheia de dúvidas e com medo de contratar uma agência que não fosse boa. Meu receio era tão grande que quase fechei com a Ayllu, agência que todo mundo fala bem. Acontece que eu achei os preços deles exorbitantes. Pasmem, alguns passeios custavam o DOBRO do que eu paguei. Cheguei a conclusão que o valor não cabia no meu orçamento e resolvi levar outros nomes e pesquisar quando chegasse em San Pedro. 

Sinceramente, não vejo sentido em pagar duas vezes o valor se a paisagem vai ser a mesma. No final das contas deu tudo certo, fiquei aliviada por não ter escolhido a agência mais cara. Mas, acabei passando por uma situação chata com a agência. Eu fechei um pacote com vários passeios e acabei pagando um "multa" por ter desistido de um passeio, o Salar de Tara.  Achei super desonesto da parte deles já que eu desisti com muito menos de 24h. O dono disse que já havia pago para a outra agência, o que duvido MUITO. Enfim, quebrei a cara para servir de exemplo. Sim, eu me deixei levar pelo papo da vendedora e ganhei o troféu trouxa do Atacama. Só feche os passeios quando estiver realmente decidido. 

No total acabei utilizando o serviço de quatro empresas: Lickan Antay para a maioria dos passeios, Colque Tour ( águas de puritama - porque estava revoltada com a multa que paguei na outra e me recusei a dar mais dinheiro para eles), Space ( tour astronômico) e White & Green (Salar de Uyuni). Graças a deus eu não tive problema em nenhum dos passeios. 

O Atacama é um lugar ótimo para viajar em grupo. Quem for acompanhado pode economizar bastante na acomodação e pechinchar nos passeios. Se o grupo quiser total independência pode alugar uma van em San Pedro. Elas são adaptadas para servir como casa para um pequeno grupo de pessoas. 
Quem está sozinho também deve pechinchar. Uma boa ideia é tentar fechar os passeio junto com as pessoas que você conhecer no hostel. No próximo post vocês poderão conferir o valor de todos os passeios ;)

*Existe um tour grátis, oferecido pela Trip panda, até Pukara de Quitor. Eu não consegui encaixar o passeio nos meus horários mas dizem que vale a pena. Se gostar você pode dar uma gorjeta para o guia no final do passeio.

Agências
Lickan Antay - Caracoles 151-B
Colque Tour - Cruzamento entre Caracoles e Calama s/n
Space - Caracoles 166
White & Green - Calle Toconao 624


Kit de sobrevivência 

Galão de água com 6 litros

Não esqueça de levar remédios básicos (dor de cabeça, diarréia e prisão de ventre)
Filtro solar corporal e labial
Soro fisiológico ( Use para hidratar o nariz e olhos que ficam ressecados por causa do clima)
Hidratante corporal e facial ( Usei hipoglós para hidratar o rosto e a boca )
Lanterna pequena
Blusa e calça térmica ( para os passeios frios)


Ufa, por hoje é só. Se não quiser perder os próximos posts sobre o Atacama basta seguir nossa página no Facebook. Siga também o meu instagram @nathalyporai. Perguntas devem ser feitas nos comentários  Até a próxima! ;)

8 comentários:

  1. Nathaly, muito legal o seu blog...e obrigado pelas dicas!!!
    VC tem como passar os valores dos passeios de cada agência??? Principalmente o do salar de uyuni.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Oie Ricardo! Tudo bem??? Fico feliz que tenha gostado!!
    Você encontra os valores no post respectivo aos passeios. Só não foi postado o post do Salar, mas irá entrar no ar em breve, ainda nessa semana. Se você seguir nossa página no Face vai ficar sabendo quando ela sair. Muito obrigada pela visita. :) bjs!

    ResponderExcluir
  3. se já sofri no Peru, imagina no Atacama que deve ser beeeem mais seco! vou levar muita mantequilla de cacao pra passar nos lábios e muito hidratante pq olha, não vai ser fácil aheauheau

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai preparada, no Peru eu achei tranquilão mas no Atacama virei melhor amiga do combo Mantequilla de cacao + filtro solar + soro fisiológico. Se for para Uyuni vai fazer amizade também com o lenço umedecido HAHAHAHAHA

      Excluir
  4. Oi Nathaly, td bem? Com qual agencia vc fez o Passeio para o Uyuni ? Gostou?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, tudo ótimo! Fiz com a White e Green. Já liberei o post com todas as informações da Bolívia. Se quiser conferir. http://www.nathalyporai.blogspot.com.br/2016/03/rumo-bolivia.html#more
      Em breve entra outro post mostrando os lugares visitados. Se não quiser perder siga nossa página no Facebook https://www.facebook.com/Nathaly-Por-A%C3%AD-441547349325242/.
      Abraço!

      Excluir
  5. Olá! Você sabe se março é um bom mes para visitar o Atacama e seguir para a Bolivia?

    ResponderExcluir
  6. Prsicila, março é um mês ótimo. Não faz tanto calor durante o dia nem tanto frio a noite. Geralmente, a temperatura fica entre 15 - 10 graus. O mesmo acontece na Bolívia, temperatura mais amenas mas você encontrará o Salar seco. O que não quer dizer que não seja Bonito. :) Se você curtiu o blog e quiser acompanhar todas as novidades sobre o mundo das viagens siga nossa página no Facebbo. Beijos e boa viagem. https://www.facebook.com/nathalyporai/

    ResponderExcluir