A cidade imperial de Meknes e as ruínas de Volubilis e Merenid

Após deixar Chefchaouen, a linda cidade azul, seguimos em direção a Fés. Mas antes paramos nas ruínas de Volubilis.

Volubilis foi uma grande surpresa durante essa viagem. Eu me apaixonei pelo local e acho que vale muito a pena a visita. O atual sítio arqueólogico foi uma cidade romana próspera e que comercializava azeite e trigo. Dizem que a estrutura permaneceu intacta até o terremoto de 1755, o mesmo que destruiu a cidade de Lisboa. Em 1997 se tornou patrimônio mundial da Unesco.

Caminhando pelos 20 hectares você consegue ter ideia de como era a cidade, é possível reconhecer casas modestas, outras mais ricas, fornos, fontes, locais de banho e para grande público. É realmente impressionante, não é a toa que o local é patrimônio mundial da Unesco.

Acho que vale a pena contratar um guia para conhecer os detalhes do local. É incrível observar as ruínas mas é uma visita superficial. Eu fui sem guia e senti que perdi muita coisa por isso.

Vá preparado para andar muito com o sol fervendo na sua cabeça. É indispensável ir com roupas leves, tênis, chapéu, filtro solar e muuuuuita água.

 

 

Meknes

Depois seguimos para a cidade imperial de Meknes, também declarada patrimônio da Humanidade da Unesco.

Crédito: Anne Scott Turner. Flickr

 

Crédito: Wojtek Ogrodowczyk
Crédito: Douglas Dreher.
Crédito : Wojtek Ogrodowczyk – Flick
Para fechar o dia fomos até as ruínas Merenid, localizadas em um mirante em Féz. Ela pertenciam a dinastia Merenid que reinou entre os séculos XII e XV.  Não se tem muita informação desse local. Sabemos que são tumbas, mas não se sabe para quem elas foram construídas.

 

Ruínas de Merenid
Ruínas de Merenid
Ruínas de Merenid
Vale a pena a visita não só pelas ruínas mas também pela vista panorâmica da cidade.
Vista do mirante Merenid
Vista Panorâmica da cidade de Fez
Aproveite para ler o post das outras atrações maravilhosas que conheci no Marrocos.

Se as informações postadas te ajudaram não esqueça de seguir nosso Instagram @nathalyporai e nossa página no Facebook. Assim você não perde nenhuma novidade e ajuda o blog a ter vida longa. ” 🙂
Please follow and like us:

Deixe uma resposta